A fonte da maldade

"Todo vilão é herói de sua própria história." Poucas frases me tiram mais do sério do que essa. O motivo não se encontra na frase em si, mas no modo com que a maioria das pessoas trabalha com ela. Muitos entendem que isso quer dizer que todos os vilões tem um passado trágico, que de … Continue reading A fonte da maldade

Advertisements

Quando dança e literatura se juntam

Há alguns anos atrás, Mari e Keone Madrid - dois dançarinos famosos - tiveram a ideia de criar um dance book. O livro seria um misto de escrita, dança e fotografia, algo que ia além do que estávamos acostumados. Um livro de dança para dançarinos, 'Ruth' foi tomando forma, até que enfim foi concretizado. Tendo … Continue reading Quando dança e literatura se juntam

Resenha: “A Terra Inteira e o Céu Infinito”

"Então não venha com explicações disparatadas nem entre num revisionismo histórico para se sentir sã." Jogo essa frase - dita por um dos personagens do livro - de volta à autora, Ruth Ozeki. O que imaginei que seria uma viagem interessante e criativa, principalmente ao ler tantas críticas positivas em relação ao livro, tornou-se uma … Continue reading Resenha: “A Terra Inteira e o Céu Infinito”

Book Haul #4

Após um mês arrastando a leitura de The Blind Assassin (Margaret Atwood), finalmente me vejo pronta para algo diferente. Uma vez mencionei que com ela é sempre assim: ou eu amo o livro ou o detesto. Infelizmente esse caiu na última categoria, e dei pulinhos de alegria ao terminar a leitura. A lentidão que tomou … Continue reading Book Haul #4