Pássaros

FOTOS DENTRO DE UMA CAIXA. A POEIRA É FEITA DE PRATA.
O cheiro do passado, o brilho prateado daquilo que foi esquecido. Sempre que decido me encontrar com o que já deixou de existir percebo certo suspiro do mundo. Sinto saudades de coisas que nunca mais terei.

1) Primeiro pássaro: memória.
“Leveza”, por Cecília Meireles.
Leve é o pássaro:
e a sua sombra voante,
mais leve.

E a cascata aérea
de sua garaganta,
mais leve.

E o que se lembra, ouvindo-se
deslizar seu canto,
mais leve.

E o desejo rápido
desse mais antigo instante,
mais leve.

E a fuga invisível
do amargo passante,
mais leve.


O PASSADO CANTA MELHOR QUE O PRESENTE.
Olhando as fotos percebo como tudo era mais fácil. Considerando o tormento que tem sido minha vida ultimamente, será que serei feliz novamente? A dúvida ecoa em meu coração.

2) Segundo pássaro: esperança.
“Esperança é a coisa com penas”, por Emily Dickinson
Esperança é a coisa com penas
Que se empoleira na alma
E canta um som sem palavras
E nunca, mas nunca, pára,

E mais doce é ouvido no vendaval;
E dura precisa ser a tempestade
Que poderia desanimar o passarinho
Que mantém aquecidos a tantos.

Já o ouvi nas terras mais geladas
E nos mares mais estranhos,
Entretanto nunca, mesmo no desespero,
Ele pediu uma migalha a Mim.


AS MEMÓRIAS SÃO ILUSÕES MISTURADAS COM REMORSO.
O dia está acabando e é hora de ir. Antes de guardar a caixa retiro uma foto e a guardo no bolso. Um leve cantar se torna mais choroso na medida em que me aproximo de casa. Ao chegar, tiro os sapatos e sento na minha cadeira favorita com a foto em mãos. O cantar é ensurdecedor, e me faz chorar. A foto se perde em minhas lágrimas – lágrimas que ninguém vê.

3) O terceiro pássaro: sentimento.
“O Bluebird”, por Charles Bukowski
em meu coração tem um pássaro
que quer sair
mas eu sou mais forte que ele,
eu falo, fica aí dentro, eu não vou
deixar ninguém
te ver.

em meu coração tem um pássaro
que quer sair
mas eu taco uísque nele e respiro
fumaça de cigarro
e as putas e os barmen
e as caixas de mercado
nunca sabem que
ele está
aqui dentro.

em meu coração tem um pássaro
que quer sair
mas eu sou mais forte que ele,
eu falo,
fica na tua, você quer me pôr
em apuros?
você quer sacanear a minha
obra?
acabar com a minha venda de livros na
Europa?

em meu coração tem um pássaro
que quer sair
mas eu sou mais esperto, só deixo ele sair
de noite, ás vezes
quando todos estão dormindo.
eu falo, sei que você está aí,
então não fique
triste.

daí o ponho de volta,
mas ele ainda canta um pouco
aqui dentro, eu não o deixei morrer
totalmente
e a gente dorme junto desse
jeito
com nosso
pacto secreto
e isso é bem capaz de
fazer um homem
chorar, mas eu não
choro, você
chora?

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s