Séries literárias: histórias sem fim.

Hoje em dia a quantidade de séries literárias é bem ampla. Ultimamente o mercado tem estado cheio delas. Seja por prazer ou ganância, alguns autores estendem o máximo possível, chegando a números como 13 (Desventuras em Série) e 45 (Discworld).

Eu sempre tive muita dificuldade em ler séries que se estendessem por mais de 3 livros. com exceção da série Canção de Fogo e Gelo, de George R. R. Martin (que é importante mencionar que ainda não foi concluída), eu nunca consegui me manter muito tempo em uma. Os personagens começam a se tornar cansativos, as histórias parecem perder o rumo e algumas ações começam a se repetir.

Um bom exemplo é Desventuras em Série. Quando comecei a ler, lembro ter adorado. Lemony Snicket tem uma forma de contar histórias muito envolvente, e a maneira simples e direta com que ele conta as situações trágicas que ocorrem com os Baudelaire permite ao leitor não se sentir tão deprimido.
Uma das frases mais marcantes da série é:

“Se vocês se interessam por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro. Vou avisando, porque este é um livro que não tem de jeito nenhum um final feliz, como também não tem de jeito nenhum um começo feliz, e em que os acontecimentos felizes no miolo da história pouquíssimos.” (SNICKET)

Essa costuma ser a frase que chama a atenção do leitor, e devo concordar: foi o que me fez começar a ler. Mas quando se chega no terceiro livro, O Lago das Sanguessugas, e percebe-se que sempre segue-se essa fórmula, o glamour acaba; você já sabe que no fim tudo dará errado e acaba perdendo a animação. Violet continuará amarrando seu cabelo quando pensa, Sunny manterá seus dentes sempre afiados e Klaus, bem, continuará sendo o Klaus. Após Serraria Baixo-Astral, o quarto livro da serie, desisti de continuar.

O mesmo ocorreu com Harry Potter. Não me entendam mal, eu percebo o porquê dele ser tão aclamado mundialmente. Por outro lado, só consegui ler até o quinto livro, e tive de me esforçar para terminar este. A incompetência de Voldemort, a falta de iniciativa de Harry, os mundos de falha definição… Por fim, só posso dizer que realmente apreciei os 3 primeiros livros, pois o quinto foi um pouco cansativo e o quarto livro… bem, vamos dizer que eu achei ele muito desnecessário.

Nada de pânico! Claro que tem séries que gostei/gosto muito. Quando me mudei, levei comigo as minhas favoritas. Algumas pretendo terminar, mesmo que muito tempo tenha se passado. Porém eu percebo uma grande falta de bom senso da maioria dos autores em relação à quando terminar uma série, especialmente quando ela começa a vender muito. Ultimamente tenho dado mais atenção àquelas séries que não precisam ser lidas na ordem correta, pois um livro com uma história por si só acaba sendo melhor do que aquele que se demora em páginas vazias.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s